E o TurisLife finalmente saiu do papel

Então senta que lá vem história!

O TurisLife começou quando eu nem imaginava que ele existiria! Foi em 2007 quando eu entrei no curso Técnico em Turismo na ETEC Fernando Prestes em Sorocaba-SP. Nessa época, eu estava no 2° ano do ensino médio e já pensava o que faria com o vestibular. Tinha certeza: faria Educação Física! Estudaria muito, entraria até no Barro Branco. Doce ilusão…

Essa vontade durou até eu ter os primeiros contatos com a Recreação, ainda no curso técnico. Foi com os estudos e práticas sobre o lazer que eu me aproximei do universo que envolvia o Turismo e aí meus planos mudaram!

Durante o curso técnico decidi que meu destino seria não ter destino! O que me encantou no Turismo? A ideia de realizar sonhos, de encantar pessoas! E foi aí que me tornei Técnica em Turismo, Guia de Turismo, Recreadora e vestibulanda.

Já em 2010, fui aprovada na UFPel (Universidade Federal de Pelotas, RS) e na UFSCar (Universidade Federal de São Carlos). Por vários motivos, fiz #turismoemcasa. Fiquei na UFSCar, afinal o campus é em Sorocaba.

Agora você deve estar se perguntando: é apresentação do TurisLife ou da Carol? Pois te digo: foi com tudo que a Carol viveu (viagens, ilusões, decepções e alegrias) que o TurisLife nasceu!

Continuemos…

Enfim, experimentando o turismo dia a dia nos estudos, atlética acadêmica e trabalho, o passaporte começou a pedir mais atenção! Foi então, em 2012, que num ímpeto fui parar no Canadá. Uma super experiência para a estudante caipira de “Sorocaba mesmo”. Foi na estrada, entre cidades canadenses que vi o TurisLife dar os primeiros sinais de vida (não com esse mesmo nome, nem nesse mesmo formato), e vi meu TCC nascer também (tema para outro post!).

Foto com a Carol e um alce de pelucia vestido de guarda canadense em frente a uma loja no aeroporto de Vancouver

Mas o que teve de tão especial no Canadá que fez o TurisLife surgir?

Os canadenses! Durante meus poucos 15 dias lá, percebi que os canadenses não sabiam direito o que era o Brasil e como se vivia aqui. Minha primeira intenção foi promover algum canal de comunicação em que eu pudesse mostrar como é viver no Brasil. Mas, como sempre, tinham pessoas que não me apoiavam. E pior: me desestimulavam. Deixei um projeto adormecer.

Vida que segue no Brasil… Faculdade, Atlética do Turismo, eventos, algumas viagens e experiências únicas como Guia de Turismo, busca por estágio… Até que me vi quase formada (bendito TCC!) e trabalhando numa das agências de viagens mais influentes de Sorocaba e região.

Como agente de viagens, viajei o mundo todo… online! Tive todo tipo de cliente, muitas e muitas histórias para compartilhar, amigos que guardo no coração para sempre. Mas eu ainda não estava onde eu queria. Deixei tudo pra trás e fui passar uma semana chuvosa em Buenos Aires. Típica viagem de turista e com mais muitas e muitas histórias para contar. Finalmente me formei!

Foto com a Carol vestida com a beca de formatura, segurando o diploma e com a bandeira do Brasil de fundo.

Voltei a trabalhar na área de lazer. Recreação a mil com as crianças no hotel e satisfação no coração.

Desde 2012 até o início de 2016, a sementinha do TurisLife ficou germinando no meu coração. Queria mostrar como é viver no Turismo; quais dilemas enfrentei e enfrento ao decidir por Turismo e suas áreas de atuação. Também queria mostrar como é fazer Turismo na minha cidade, onde as pessoas pensam que não tem nada para fazer. E aí tive pessoas ao meu lado que me apoiaram e me incentivaram a criar o TurisLife (que até esse ponto, teve alguns vários nomes). E hoje estamos aqui. :)

Cheguei chegando de textão. Mas agora todos você conhecem a essência do TurisLife!

Afinal, eu não sou a maior viajante do mundo; eu não sei tudo sobre tudo do Turismo; mas eu tenho minhas experiências (e a de vocês também, porque não?) para compartilhar. E o TurisLife abordará todo tipo de experiência no Turismo.

O que esperar nas próximas postagens?

A princípio, teremos conteúdos dividos nas seguinte seções:

E você, gostou da proposta do TurisLife de compartilhar experiências? Então compartilhe a sua aqui no blog!

Fale comigo em: [email protected], pelas redes socias e nos comentários!

Comentários

comments powered by Disqus